Credenciamento RPPS

VALE - 17/05/2019

Os negócios, que já vinham mal nesta 5a. feira, conseguiram piorar na reta final, assustados pela notícia de que a Vale advertiu sobre o risco de ruptura de mais uma mina em Minas Gerais, de Gongo Soco, em Barão de Cocais. Ontem à noite a Vale informou que segue monitorando 24 horas por dia a cava e a barragem, paralisada desde 2016. Mais cedo, a empresa havia informado às autoridades que identificou movimentações no talude Norte da cava da mina, cujo eventual deslocamento de material seria normalmente absorvido pela cava. "Entretanto, de forma preventiva, a Vale está avaliando as possibilidades de eventuais impactos de vibrações, oriundas desse deslocamento, sobre a barragem Sul Superior, distante aproximadamente 1,5 km da área do talude, o que levou a Vale informar proativamente às autoridades competentes." disse a mineradora.

Posts Recentes