Credenciamento RPPS

Sobre

Diferencial

A Queluz Asset Management dedica-se exclusivamente à gestão de recursos financeiros e possui profissionais com experiência em diversos segmentos do mercado financeiro nacional e internacional, o que possibilita a rápida adaptação a diferentes cenários econômicos e condições de mercado.

O portfólio é composto por produtos variados voltados para clientes institucionais, pessoas físicas de alta renda e distribuidores nacionais e internacionais.

Os produtos e serviços no mercado local e internacional possuem diferentes níveis de volatilidade e procuram atender à necessidade dos diversos perfis de clientes, primando por retornos consistentes e pela preservação do capital.

A segurança e transparência são fundamentais para manter a reputação e credibilidade adquirida pela Queluz. Por isso, a custódia, a administração e a auditoria de todos os Fundos são terceirizadas em renomadas instituições nacionais e internacionais.


Filosofia de Investimento

A nossa filosofia de investimento se traduz na administração dinâmica do portfólio. Buscamos capturar as oportunidades do mercado mantendo um equilíbrio saudável entre o risco e o retorno esperado.

As alocações de cada produto são efetuadas de acordo com metodologias transparentes e previamente definidas, respeitando todos os parâmetros impostos pela área de risco. A transparência é fundamental para que todos os clientes entendam as estratégias, premissas e riscos do investimento.

O Comitê de Risco procura identificar os diferentes tipos de risco a que o Fundo e a instituição estão expostos e adota diversos processos e limites para o controle dos mesmos.


Gestão de Risco

Abordagem em Tempo Real: qualquer mudança significativa na posição de uma estratégia é simulada no sistema de risco e autorizada pelo analista de risco. Pela sua dinâmica, as operações com opções são monitoradas pelo analista que utiliza as mesmas planilhas de precificação usadas pelos traders. Neste caso, damos uma maior importância aos Stress Tests. As posições são estressadas tanto em relação a movimentos direcionais quanto à volatilidade. Permite uma rápida adequação às regras durante os horários de negociação dos ativos

Abordagem a Posteriori: pelo administrador dos Fundos, que diariamente verifica se as posições de nossos produtos se enquadram aos limites estabelecidos nos prospectos.


Plataformas eletrônicas onde estabelecemos limites de negociação por ordem. Só trabalhamos com corretores com sistema de gravação de voz nas operações de balcão ou pregão. Exigimos que as operações sejam lançadas no sistema de boletagem em um prazo de 10 minutos após sua execução. Os lançamentos são confrontados com as faturas parciais das corretoras. Procuramos minimizar o risco operacional com um controle gerencial em tempo real. Possuímos um software, Phibra, onde apósa realização das operações, as mesmas são lançadas através de um boletador que divide automaticamente entre os produtos que possuírem estratégia específica. Este sistema nos mostra a carteira em tempo real e o gerencial de cada operador/estratégia também em tempo real. Logo, posições fora do comum são rapidamente identificadas. Qualquer erro pode ser corrigido rapidamente.


A metodologia que trata o risco de liquidez dos ativos é baseada no cálculo da média e desvio padrão do volume negociado dos ativos e da observação da distribuição dos movimentos atípicos de baixa liquidez diariamente. Para cada mercado e tipo de Fundo é estabelecido um percentual máximo de alocação. Podemos alocar parte da carteira de ações em ativos com pouca liquidez. Cada caso é discutido no Comitê de Investimento. Somente ativos negociados nas bolsas de valores e mercados de balcão organizado. No mercado de balcão nos restringimos às operações normais de renda fixa e opções sobre Ibovespa futuro, taxas de juros de juros e dólar futuros com calls diários na BM&F.


Análise Quantitativa: feita a partir dos últimos 3 balaços e balancete mais recente. Esses dados são imputados em nossos modelos que calculam diversos indicadores (análise vertical/horizontal), a análise do capital de giro e suas mutações e projeção de fluxo de caixa que indica a capacidade da empresa em honrar seus vencimentos futuros.

Análise Qualitativa: avalia o "management" da empresa, perspectivas setoriais e avaliação S.W.O.T. (Pontos Fortes; Pontos Fracos; Oportunidades; Ameaças) >> Matriz de Risco

Análise de Valor Agregado: EVA, MFV etc

Análise das Garantias Apresentadas

Relatório de Análise de Crédito >> Rating Interno >> Votação em Comitê >> Aprovação/Reprovação

Cross Checking com o mercado e fazemos um acompanhamento periódico do Rating dos papéis, além de visitas às empresas emissoras dos créditos